quarta-feira, dezembro 14, 2005

Mário Soares

Registou-se outra tentativa de agressão em plena campanha depois dos lamentáveis incidentes da Marinha Grande em 1986. Nunca um político motivou tantos ódios como Mário Soares. Para um político que salvou Portugal da bancarrota e, embora não tendo sido um governante exemplar não destoa, porém, da mediocridade destes últimos 30 anos, as constantes agressões verbais e até físicas têm algo de mais profundo do que se possa imaginar; foi Mário Soares que apregoou à Europa as atrocidades do regime fascista. Era um político mais conceituado que Álvaro Cunhal cuja ligação ao regime soviético o afastaria dos meandros europeus. O regime fascista abanou mais com as acções do Partido socialista do que anos a fio de luta antifascista interna. Para muitos Mário Soares representa ainda aquele que precipitou a queda do Estado Novo e com ela o fim de muitos interesses. A descolonização conduzida por Soares na sua maior parte haveria de cimentar ainda mais este ódio dada a enorme perda por parte daqueles que desejariam que os soldados continuassem a combater em nome dos seus interesses pessoais. É por tudo isto que Soares é mal-amado. Embora não seja um apoiante indefectível deste grande político não deixa de ser digno de realce a sua coragem para se candidatar a um cargo de tal relevância, quando outros da sua idade olham constantemente para o saco de medicamentos.

14 Comments:

Blogger O Restaurador said...

Nunca gostei muito do Mário Soares!!! A TAP é que iria ficar satisfeita em que ele vencesse as eleições!!!

2:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Então Restaurador desaparecido!

Como está?

6:22 da tarde  
Blogger O Restaurador said...

Desaparecido? Eu?

Eu ando bem activo! Basta ver pelo O Restaurador da Independência.

Mas ando bem obrigado! Tirando esta gripe crónica!!!

E o caro anónimo, como vai?

8:31 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Não podia resistir a um comentário, principalmente para corrigir este texto. em primeiro lugar e pelo que parece não sabe realmente analisar valores economicos, portugal quase que chegou á banca rota por causa de mario soares. analise os dados, inflacção, noticias, crescimento economico sem inflacção, correcção econométrica das finanças, e leitura dos relatórios do banco de portugal. depois disso até um analfabeto saberá que ele sim provocou quase a banca rota

Junqueira

10:01 da tarde  
Blogger cáustico said...

Pois mas não é isso que diz a história. Leia-se:

http://oe2006.blogs.sapo.pt/arquivo/822634.html

11:23 da tarde  
Blogger O Restaurador said...

Caro amigo, a nossa acção conjunta para Vila Viçosa - Património Mundial foi noticiada no Noticias Alentejo e na Rádio Renascença de Elvas!!!!

Já é uma vitoria!!!

Va a este link para visionar a noticia do Noticias Alentejo: http://srv02.cpidt.pt/pls/asp-publishing20/usrproj_nalentejo.go_noticia?id=10808

Abraço!!!

11:08 da manhã  
Blogger cáustico said...

Haveria, no entanto, necessidade de mais participação.

3:06 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Depois de ler o texto evidentemente não resisti a novo comentário. quando referi uma analise de valores e dos dados do banco de portugal, dei essa opinião de escolha porque são textos crediveis e realistas. por outro lado ao referir que portugal is chegando á banca routa dize e repito pois era verdade, claro que a inflacção e o preço do petroleo tiveram grande culpa, mas o que fez mario soares? nada e aquilo que acabou por fazer fou endividar-se com o FMI, o amigo sabe quanto custou isso? e sabe qual era o defice no inicio de soares chegar ao governo e como ficou ele depois da sua saida? e não se esqueça de analisar e de não esquecer como sucede dos valores de médio e longo prazo! o que safou isto não foi o mario foi a UE. e acredite que o mário nem sabe ver um balancete quanto mais o orçamento de estado.
Junqueira

8:04 da tarde  
Blogger cáustico said...

Mário Soares não sabe ver um balancete nem tem que saber. Todo os primeiros-ministros têm alguém que percebe de economia que os informa e lhes transmite as diversas possibilidades que se apresentam perante uma situação de crise. Não vamos agora dizer que quem não é economista nunca poderá ser um bom líder pois isso é falso. Acredite, no entanto, que eu vivi esses momentos e recordo-me do desgoverno que se assistiu com os diversos governos provisórios após o 25 de Abril; os salários aumentaram para o dobro ou triplo, o poder estava nas ruas e nas mãos dos militares, não havia investimento porque os empresários se sentiam permanentemente ameaçados...Perante este cenário não é preciso ser economista para se constatar que o fundo do baú está à vista e perante esse cenário é preciso fazer urgentemente alguma coisa e isso passa por pedir dinheiro emprestado.

8:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Qualquer homem pode ser primeiro-ministro, até alvaro cunhal poderia ter sido, mas não venham a querer que o pais esteja melhor, so la colocam ignorantes claro que isso n bate certo. numa empresa privada não é nenhum gestor que diz ao dono como esta a empresa, 4em crise ou não, pelo menos nos grandes deste pais. por haver boa gestao e rigor é que depois as empresas tem lucros brutais, o que n sucede com portugal, veja o que dizem analistas mundiais sobre esse periodo, e sobre os que se seguiram talvez perceba que se quer que marios soares continuem a ser politicos em portugal então terao que pagar mais impostos e terão cada vez mais as contas deste pais completamente desequilibradas, mas não se esqueça nós os funcionarios dos privados e os donos desses privados assim que nos vão aos bolsos mais do que ali ao lado em espanha, depressa mudamos para lá, nada nos impede, e vcs ficam cá com os seus idiais de esquerda fantaciosa e com a funºaõ publica, depois começam é a passar fome, tipo URSS ta a ver.
Junqueira

12:22 da tarde  
Anonymous Joao Rodrigues said...

Considero que a sua opinião é no geral muito real, é verdade que foi na altura do governo de Mario Soares que o pais teve quase em banca rota, tal só não sucedeu porque o Sr. Mario Soares pediu financiamento ao FMI, mas ninguem imagina quanto nos custou. quando cavaco chegou ao governo o pais tinha os mesmos defices nas balanças orçamentais e desequilibrio. ninguem se pode esquecer dos valores das reformas do governo de mario soares, 22,5€ era quanto recebia um velho coitado, em 1987 3 anos depois de entrar cavaco silva para o governo esses valores atingiram os 69,5€, digamos que uma pequena grande diferença. o resto nem vale a pena comentar
Joao Rodrigues

10:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Não compreendo quem fala

Se não fosse o Mario Soares ainda hoje não tinhamos democracia em Portugal, viveriamos pior que no Estado Novo, com uma ditadura militar comunista, eramos tipo china, bem mas penso que isso escapa aos demais comentadores deste post,

Quanto ao facto de Mario Soares não saber olhar para um balancete... será que é essencial para um primeiro ministro? de que vale então o cargo de ministro da finanças... secretário de estado do orçamento, dos assuntos ficais??

Quando se fala de pesada herança devia-se olhar para o país que tinhamos, dizer que o homem é culpado pela inflacção é culpar o Ford dos acidentes na estrada, é estupido! Tinhamos inflacção alta, juros altos, era a conjuntura internacional na época, ou não?

Esquecem-se que nem pertenciamos à CEE e que foi ele quem negociou a entrada de Portugal, contra tudo e todos e que permitiu ao Cavaco poder distribuir alguns brindes pelos quais hoje é recordado mas parece que ninguem se lembra da lebra da recessão e estagnação do final do mandato do cavaco.

Não são precisas séries corrigidas por métodos econométricos, é só ter os dois olhos abertos....

observação: não votarei soares, mas as injustiças revoltam-me!

9:11 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Noutro país que não este, Mário Soares seria héroi nacional por tudo o que fez em prol do país, infelizmente dedicou-se à causa portuguesa e os portugueses agradecem-lhe da forma que sabem...com ingratidão.
Quantos passaram o que ele passou? quantos se dedicaram mais que ele? quantos mais não arrecadaram

10:28 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

eu tenho uns contactos de lares se ele necessitar...

11:30 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home