sábado, outubro 15, 2005

Nunca é a democracia que ganha!

"A morte tem sempre uma desculpa" diz o povo sabedor; o golo é falhado e o avançado olha desconfiado para a bota, o martelo bate no dedo e culpa-se o respectivo cabo. "Estão verdes ! Nem os cães as conseguem tragar" dizia a raposa no romance de Aquilino Ribeiro quando concluiu ser impossível chegar às uvas suspensas do tecto da casa. Também a derrota do PS em Vila Viçosa teve uma desculpa que nada teve a ver com a vontade popular: a transferência de votos do CDS/PP para a CDU...sim leram bem. Para os centristas é melhor apostar num dirigente comunista que grita palavras de ordem de punho cerrado e que defende a terra para quem a trabalha do que votar em alguém mais moderado representado pelos sociais-democratas ou, mas aí engolindo um verdadeiro sapo, votar no PS de Patacão. São estas as análises eleitorais dos verdadeiros especialistas, dos derrotados, que não olham para baixo para ver a lama onde eles próprios se atascaram; a maledicência não compensa e o povo cada vez está mais esclarecido; não há cozinhados de caldeirão nas eleições, há a vontade indesmentível de um povo. Aindam estão a tempo de aprender, senhores socialistas ou neo-socialistas !