domingo, setembro 25, 2005

Campanha política

Ele aí está de novo o maior espectáculo de rua que nos é dado assistir quase anualmente; as eleições pelo poder, desta feita o poder autárquico. A mim causa-me uma enorme estranheza o carácter altruísta destas gentes que se propõem abdicar de quase todos os privilégios da vida civil em prol de um cargo para resolver os problemas dos seus conterrâneos(o termo é em certos casos inadequado). Esta faceta altamente benemérita leva ao ponto do insulto gratuito entre candidatos numa clara aproximação à versão paradisíaca do mundo onde é suposto lutar-se pelo bem e não pelo mal. Jesus Cristo reunia os seus fiéis seguidores em locais distintos para transmitir a sua palavra e as suas ideias. Estes "cristos" do século XXI facilitam-nos a vida a tal ponto que não precisamos de sair de casa; a palavra é metida pelas caixas de correio, a única coisa que lhe falta é o cheiro a peixe. E ele há homens que são capazes de uma boa "peixeirada" num claro sacrifício da sua eventual intelectualidade com o horizonte, único e desinteressado, de servir as populações. Cristo teve como destino a cruz, estes homens serão reformados compulsivamente após uma dúzia de anos, enquanto o mais comum dos mortais em Portugal tem o privilégio de trabalhar até aos 65 anos. Bem hajam, altruístas !!